segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

princípio de tudo

Nuvens de Gás e Poeira na Nebulosa Águia.

Edson Bueno de Camargo

estrelas são como as almas petrificadas
daqueles que já nascem tão antigos
que sentem saudades
bem antes de ter vivido
pois agregam em si
a destruição de acasos
forjados no princípio de tudo

6 comentários:

José Carlos Brandão disse...

Sentimos saudades de nós mesmos, de que fôramos, se fôssemos outrem, ou ninguém, no princípio de tudo, que é o nada. Escrevemos buscando o nada inicial, de que fugimos. Escrevemos sonhando o encontro com nós mesmos. A escrita é um enigma. Decifrá-lo é a morte.

Abraços.

Antropofago disse...

E não seriamos nós androídes do passado com corpos atuais, postos à prova para sobreviver num mundo de bossais???

Somos saudosos do nunca vivido!!!

Abraços N'alma

Rafael Medeiros disse...

Bravo!

Rafael Medeiros disse...

"Quando eu caminho por praias que não conheço,
Quando eu me incluo no hino funeral, as vozes dos homens
e das mulheres afogados,
Quando respiro as brisas impalpáveis que descem sobre mim,
Quando o oceano tão misterioso avança para mim mais e mais
próximo,
Também nada mais significa ao auge um pequeno no mar à deriva,
Fina areia e folhas mortas se unem,
Unidas, e afundam a mim mesmo enquanto parte da areia e da deriva." WALT WHITMAN

Obrigado Edson, por unir a minha voz às de outras naus soçobrantes!

Gerber de Sá disse...

Muitas das vezes nos escondemos atrás de palavras que não queriamos dizer. Dessa forma tentamos nos esconder de nós mesmos e assim evitamos o suicidio antecipado...
Edson belissima visão do que crer... ou não...!

José Carlos Mendes Brandão disse...

Amor, sabedoria, beleza para você.
Beleza, amor, sabedoria são outros nomes de Deus.
Não lhe desejo pouco.
Desejo-lhe o absoluto.
Um abraço amigo.